"Uma atividade voluntária exercida dentro de certos e determinados limites de tempo e espaço, segundo regras livremente consentidas, mas absolutamente obrigatórias, dotado de um fim em si mesmo, acompanhado de um sentimento de tensão e alegria e de uma consciência de ser diferente de vida cotidiana." (Huizinga, Johan. Homo ludens: o jogo como elemento da cultura. 5ed. Saão Paulo: Perspectiva, 2007)
De todos os brinquedos que a vida me deu, o que mais me cativou foi o de jogar com as palavras. O jogo se faz completo quando escrevo e alguém replica, quando replico o que escrevem... É na intenção de reunir jogadores e assistência, que meu blog é feito.



terça-feira, 23 de março de 2010

puts!!!!!!!

Peço perdão por minha falta de senso.
às vezes ainda penso que o blog é algo só meu, e esqueço que, mesmo quando as pessoas não comentam, elas passam por aqui, e lêem o que escrevo...
é estranho pra mim
e Edgar, nosso articulador cultural mor, me deu uma bronca muito merecida:
como é que eu não fiz nenhuma referência ao evento ocorrido no sábado, dia 13, pelo Coletivo Arteliteratura Caimbé na Praça das Águas?
Não tem perdão.
O evento foi poesia pura, e eu estava lá, criando coragem pra apresentar um pouco do que faço, assim como outros artistas polivalentes, valentes pra fazer arte nesse rincão perdido.
Quem não foi, perdeu, por certo.
Quem foi está com saudade, vontade de mais momentos como esse, de troca e exibição.
Parabéns ao coletivo e à Roraima, onde flores renascem a cada estação,
sintamos o cheiro no ar.

2 comentários:

Ágda disse...

Agora está explicado, porque eu lhe vi no evento. Só achei que era pela falta de tempo a justificativa de não postar algo relacionado aqui.

Edgar Borges disse...

Nossa, "articulador cultural-mor". Me achando. Vou chegar mandando geral em todo mundo na reunião do coletivo. Qualquer coisa, pego a cópia do post e digo que estou referendado pela comunidade. hehehe.

Valeu! Até uma próxima ocasião!

www.literaturacaimbe.blogspot.com