"Uma atividade voluntária exercida dentro de certos e determinados limites de tempo e espaço, segundo regras livremente consentidas, mas absolutamente obrigatórias, dotado de um fim em si mesmo, acompanhado de um sentimento de tensão e alegria e de uma consciência de ser diferente de vida cotidiana." (Huizinga, Johan. Homo ludens: o jogo como elemento da cultura. 5ed. Saão Paulo: Perspectiva, 2007)
De todos os brinquedos que a vida me deu, o que mais me cativou foi o de jogar com as palavras. O jogo se faz completo quando escrevo e alguém replica, quando replico o que escrevem... É na intenção de reunir jogadores e assistência, que meu blog é feito.



quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Feitiço

sou consciente de que o tempo já me cobra
no peito a pele gasta do tambor
mas nunca temo a emoção que me sossobra
e ignoro o monstro em seu horror

senti o faro, o bafo, o gosto e o som presente
senti as garras sobre a pele enfim
senti o peito transtornado, adolescente
senti a rocha e o mar brigando em mim

não me enalteçam jovens que por vez primeira
caem nas teias, cheios de torpor
pois que é tolice estar assim, livre em cadeias
enfeitiçados por tão bom senhor

se não o espero, o amor arma seu bote
sei de onde brota a luz dessa manhã:
leva minha guia, juventude, castidade
sigo feliz se estiver viva e sã.

5 comentários:

Anônimo disse...

Feitiço é o que tu lanças
disfarçado de palavra
atinge em cheio, bem no meio
a aflição que corrói por dentro

e no final tranquiliza
como o som do cantar do pássaro
como o som do cair da chuva no telhado
como o cintilar do sorriso que trazes no rosto

enaltecida tu és, por acalentar
enquanto estivemos entorpecidos de temor
e por libertar de grades
e por acertar em cheio o que se quer sentir

E se fores feliz por ser sã e viva,
seremos felizes por seres poeta
e a cada luz da manhã vívida
fomentar esperança, onde nada mais resta.



Elimacuxi disse...

Pra quem já adoeceu feio de amor, estar viva e sã é felicidade de fato!

Anônimo disse...

De quando o feitiço não se volta mais contra a feiticeira. E se volta, ela sabe da fórmula reversa.

Te amo, sua feia!

Blenda

katiúscia souza lima disse...

As mudanças percebidas na superfície;
O agito provocados pelos conflitos internos;
As marcas reveladas pelos sentimentos quebrados, pelos corações dilacerados
São responsaveis por nossas curas.

Somos enfeitiçadas, sim. Mas tornamo-nos feiticeiras.
AS FERIDAS NOS FAZEM FORTES!!!

Elimacuxi disse...

sim, Katiuscia, feiticeiras enfeitiçadas. Bela imagem!