"Uma atividade voluntária exercida dentro de certos e determinados limites de tempo e espaço, segundo regras livremente consentidas, mas absolutamente obrigatórias, dotado de um fim em si mesmo, acompanhado de um sentimento de tensão e alegria e de uma consciência de ser diferente de vida cotidiana." (Huizinga, Johan. Homo ludens: o jogo como elemento da cultura. 5ed. Saão Paulo: Perspectiva, 2007)
De todos os brinquedos que a vida me deu, o que mais me cativou foi o de jogar com as palavras. O jogo se faz completo quando escrevo e alguém replica, quando replico o que escrevem... É na intenção de reunir jogadores e assistência, que meu blog é feito.



sábado, 7 de maio de 2011

dia das mães

vocês vieram
em bando
e eu fui sem querer
Quando percebi
ato após ato
já éramos quatro.
Surpreendida, ainda
eu até acho a vida mais linda
não é que eu também sou mãe?
Pensar que a culpa toda é de vocês
que vieram em bando
e eu fui.

4 comentários:

Cora disse...

São as únicas trigêmeas da cidade, né não?
:)

Priscila Lopes disse...

não a conhecia; adorei. não que caiba a julgamentos superficiais como essas marcações "gostei/não gostei", mas quando é comigo, eu gosto de saber.

adorei especialmente o bolero.

Elimacuxi disse...

Cora, elas juram que não, mas eu nunca vi outras...
Pri, seja bem vinda a esse espaço. Agradeço muito pelo comentário pois sou como vc, também gosto de saber a opinião dos leitores, sejam aplausos ou vaias (as vaias não fazem bem pro ego, mas são divertidas e, no meu caso, dão vontade de escrever mais).
Abraços

tefa disse...

lindo